5.6.11

perdas e ganhos

.




O tempo sempre nos tira algo, por exemplo, um viço na pele e em troca, além de histórias embaixo de algumas lindas rugas de felicidades - sim, as minhas são - nos deixa: seguras, experientes, atrevidas na dose certa e o mais importante de tudo, ela nos traz um humor sem medida. Se  não tivese essa ruga companheira quando solto meu sorriso, certamente não entenderia que peder tempo com pecuinha não vale a pena. Nessa altura da vida, desfiz minhas contas de ajudar o mundo pra ficar engajada numa campanha que vale a saúde pública: sermos mais bem humorados, mais desarmados, mais leves. Cada vez mais acredito que a gente tem sim a vida que pediu, os problemas que são nossos, não são do outro e se a vida não está boa é só pular pra outra calçada, meu amigo. A maturidade só me faz entender melhor uma alma de criança que sabe direitinho como brincar com um mundo sem manual de instruções. 'Com as perdas, só há um jeito: perdê-las'. Com felicidades, só há um jeito: fazê-las. Ficar amarrado ao que já foi, ao que não foi ou ao que poderia ter sido, faz você viver menos sua vida.

Em frente, então.

Que eu saiba cada vez mais criar várias áreas de descanso em mim, uns livros, umas caminhadas, qualquer momento etílico e...muito riso. Na verdade, eu só quero continuar essa viagem da forma mais divertida possível. Desculpe-me quem não acredita, mas eu acredito muito

|vanessa leonardi|

.

6 comentários:

  1. Eu também acredito! E muitooo! :D

    ResponderExcluir
  2. É fato, o tempo não leva, ele traz.

    ResponderExcluir
  3. Para as perdas, os meus pesames. Tem razão, nos prendemos tanto a isso e não vemos muita coisa passando.

    Beijoos

    ResponderExcluir
  4. Van,

    E por falar em tempo:

    É tempo de costurar o coração com linha de ouro!
    (Vanessa Leonardi)- Uma lindeza de menina rs

    Um beijooo!

    ResponderExcluir
  5. Também ACREDITO em tudo isso!

    Tudo muito lindo por aqui!

    Bjus ;)

    ResponderExcluir